Show simple item record

dc.contributor.authorOliveira, Julvan Moreira de
dc.date.accessioned2013-09-30T15:31:47Z
dc.date.available2013-09-30T15:31:47Z
dc.date.issued2010
dc.identifier.citationOLIVEIRA, Julvan Moreira de. Africanidades e educação : ancestralidade, identidade e oralidade no pensamento de Kabengele Munanga [online]. São Paulo : Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, 2010. Tese de Doutorado em Educação. [acesso 2013-09-30]. Disponível em: <http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-20042010-153811/>.es_ES
dc.identifier.urihttp://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-20042010-153811/pt-br.php
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/123456789/1758
dc.description.abstractO objetivo deste trabalho foi analisar a contribuição do pensamento de Kabengele Munanga para o ideário pedagógico brasileiro, tendo como base epistemológica a arquetipologia do imaginário de Gilbert Durand e sua heurística mitodológica, a qual engloba a mitocrítica e a mitanálise. A pesquisa indicou que o mitema, fio condutor presente em toda obra de Munanga, é o ser, ou seja, é a questão da identidade e o processo de interação dialógica entre o eu e o outro, compreendido como uma relação de responsabilidade, de compromisso interacional e de complementaridade. Essa identidade é marcada pela cor da pele, pela cultura e/ou pela produção cultural do negro, por sua contribuição histórica na sociedade brasileira e na construção da economia do país, bem como pela recuperação de sua história africana, de sua visão do mundo, de sua religião. Somente na relação dialogal da palavra, da oralidade, pode-se reconhecer o eu da pessoa humana como ser existente em sua dimensão interpessoal, já que, ao expressar-se por meio da palavra, a pessoa sai de si, não para perder-se no tu, mas para se re-encontrar, plenificado na mesma palavra. Esta abertura constitui a direção e a orientação no processo de realização da pessoa. Por meio do conhecimento de sua ancestralidade, o a pessoa humana vê-se frente ao problema das representações. Ao decifrar o mundo, o ser humano coloca-se diante de enigmas que são símbolos do mistério. Nessa medida, toda a obra de Munanga está atravessada por um genial imperativo: a recuperação da situação do homem primordial. Dessa perspectiva, a educação centra-se na necessidade de o homem retornar periodicamente ao arquétipo, aos estados puros, aos princípios, tendo como mediadores os símbolos, as imagens, as narrativas de sua ancestralidade. Por conseguinte, a educação é vista como mediadora do universo, não apenas na dimensão intelectual, mas também e objetivamente, na relação de responsabilidade recíproca, capaz de salvaguardar, não apenas as individualidades enquanto sustentáculos da relação, mas também a realização da própria realidade vital como relação. A obra de Munanga abre um caminho muito interessante e pertinente, sobretudo pelo seu caráter complementário, hermesiano, ou seja, de mediação entre o plano explicativo e o compreensivo, processo este que se expressa no desenvolvimento de sua obra, o que permite entender a contribuição das africanidades para a cultura brasileira, tal como vem sendo abordada por vários pesquisadores, africanidades estas que têm em Munanga um de seus principais porta-vozes, com inúmeras contribuições relevantes para a educação brasileira. ==== ===== ==== ABSTRACT ===== This thesis analyzes the contribution of Kabengele Munanga to pedagogical ideas produced in Brazil, having, as epistemologic basis, the archetypology of Gilbert Durand´s imaginary and his mythodologic heuristic, myth-critic and myth-analysis. My research shows that the mytheme - a guiding principle which is present in all of Munanga´s work - is a notion of being, in which self identity emerges from a dialogic interaction between the self and the other and is informed by an emphasis on responsibility, interactional commitment, and complementarity. Such identity formation is marked by skin color and the cultural production of black people. It is also marked by the historical and economic contribution of black people to Brazilian society. Likewise, identity is marked also by the restoration of African history, cosmology, and religion. In fact, only within the dialogical relation of word and orality, can one recognize the self of a human being as aware that her existence is measured by interpersonal interaction. Indeed, when expressing through the word, a human being comes out of her/himself not to become another self (he/she), but to find her/himself in fullness through the effecti of sama word. Such an opening represents the direction and orientation of the process of realization of a being. Through the acquisition of knowledge about oness ancestrality, a person sees her or himself facing the problem of representations. When deciphering the world, one places her or himself through enigmas, which are symbols of mystery. Munanga´s work is informed by a commitment to the resurgence of a primordial ancestral being. According to this perspective, education focuses on the necessity of periodically returning, to the archetype, to a purer state of existence, and to principles mediated by the symbols, the images, and the narratives of her/his ancestrality. Therefore, education is seen as the mediator of this world, not only in an intellectual sense, but also in a social and subjective sense in which interaction among individuals and their environment are central. Munanga´s work opens important and strategic venues, particularly with respect to it emphasis on the Hermesian complementary character of mediation between the level of rationality and the level of understanding. That process expresses itself in the foundations of Munanga´s scholarship, and therefore allows for an understanding of the role of African cosmology to Brazilian culture. According to approaches proposed by several researchers, those Africanities have in Munanga one of their main spokesperson, who has brought countless relevant contributions to Brazilian education.es_ES
dc.language.isootheres_ES
dc.publisherUniversidade de São Pauloes_ES
dc.subjectes_ES
dc.subjectConcepción pedagógicaes_ES
dc.subjectIdentidad ancestrales_ES
dc.subjectInterculturalidades_ES
dc.titleAfricanidades e educação: ancestralidade, identidade e oralidade no pensamento de Kabengele Munangaes_ES
dc.typeThesises_ES


Files in this item

Thumbnail

This item appears in the following Collection(s)

Show simple item record